Desilusões.


Acabou! Está decidido. Não irei perdoá-lo. Não depois do que fez comigo. Só me enganou e eu, boba, acreditei. Nossa como ele mudou. Lembro-me do dia em que o conheci, o vi pela primeira vez. Todo lindo, com aquela camisa polo grudadinha no corpo, mostrando como seu corpo estava em forma. Lembro-me da nossa primeira conversa e do quanto ele me achava engraçada. Eu sabia que não era verdade, mas nem ligava, eu achava fofo. Lembro-me também do nosso primeiro beijo, o quanto era doce e parecia verdadeiro. Do primeiro filme juntos e do primeiro “eu te amo”. Tudo parecia tão verdadeiro, mas só parecia. Ele me traiu, traiu minha confiança. Falou, falou, falou, e no fim, só iludiu. Dizia me amar, mas não amava. Foi tudo da boca para fora, não tinha emoção na palavra. Sua voz soava friamente, como se ali dentro, ele fosse alguém sem sentimento. E para falar a verdade, era. Pois só uma pessoa fria, é capaz de dizer um “eu te amo” sem realmente estar amando. Mas quer saber? Passou, acabou. Não quero te ver nunca mais, saia da minha frente. Vai pra lá com essas suas mentiras! Se quiser fingir, finja. Mas por favor, não para mim. A ficha caiu e aprendi a não acreditar em qualquer um que diga me amar. Chega de ilusões. Iluda outras, não a mim. Vá, iluda. Sentirei pena das próximas vítimas. Mas estou aqui agradecendo por ter me livrado de você. Esperando pelo dia em que você encontre a mulher que vá fazer o mesmo com você. E que você sofra, sofra tanto a ponto de chegar até a mim e pedir de joelhos “me desculpe!”, e sabe o que vou fazer? Vou apenas rir, rir até ficar sem ar. Recompor-me e dizer o quanto você mereceu e que as pessoas colhem o que plantam. Você plantou mentiras e hoje, colhe sofrimentos. Não estou feliz, muito menos triste ou com pena, estou apenas satisfeita. Espero que tenha aprendido algo e que se torne uma pessoa melhor. E sabe de uma coisa? Mesmo depois de tudo que me fez passar, ainda desejo a sua felicidade. E ilusões, fazem parte da vida. Um dia a gente cai, e no outro? Ah, o dia seguinte é sempre melhor. Levantamos, erguemos a cabeça e seguimos, sem destino, em busca da nossa felicidade. E quando a encontrarmos será o final feliz mais lindo e jamais visto nos contos, e sabe qual é a melhor parte?  Esse final feliz será seu e só você pode mudá-lo. Sua felicidade, só depende de você! Vá, siga em frente. Encontre-a, e quando encontrar... Agarre-a e não solte, nunca mais!

By: Caroline Abreu

You May Also Like

1 comentários